HOME
  A FARSUL
  DIRETORIA
  INFORME FARSUL
  JORNAL SUL RURAL
  SINDICATOS
  COMISSÕES
  ASS.CRIADORES
  ASS.ECONÔMICA
  DEPTO.SINDICAL
  DEPTO.JURIDICO
  ESTATUTO
  DOWNLOADS
 



 
Abertura da China fortalece setor lácteo brasileiro, diz CNA
25/07/2019 - 16:30:00
 
País asiático anunciou na terça (23) a habilitação de 24 estabelecimentos para embarque de leite em pó e queijos
Em novembro do ano passado, a CNA e a Apex-Brasil promoveram uma missão empresarial à China para divulgar produtos como o leite e seus derivados. Oito meses depois, o país asiático anuncia a abertura de seu mercado para os produtos lácteos brasileiros.

Essa decisão faz parte de uma série de esforços da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) para fortalecer o setor e ampliar e diversificar as exportações à China. A medida também cria oportunidades para que outros países passem a comprar mais produtos nacionais.

“Uma das principais bandeiras de minha gestão é mostrar que o Brasil tem condições de se tornar um grande exportador de produtos lácteos. Então, a decisão da abertura do mercado chinês é um presente para todo esse esforço e trabalho dispendidos pelo Sistema CNA/Senar. E mostra que nosso raciocínio e nossa luta nesse sentido estavam certos”, afirmou o presidente da CNA, João Martins.

Além da missão à China em novembro de 2018 com empresários, produtores e representantes do governo, a CNA promoveu diversas ações voltadas à ampliação de mercados para os países asiáticos e esse tem sido um tema recorrente nas discussões realizadas pela entidade.

Só nesse ano, o presidente da CNA, João Martins, reuniu-se três vezes com o embaixador chinês no país, Yang Wanming, para tratar de vários temas, entre eles a pauta comercial. No início do ano, a Confederação também integrou uma missão da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que visitou a China, o Japão, o Vietnã e a Indonésia.

O Brasil é o 4º maior produtor mundial de leite do mundo, com 1,2 milhão de produtores, principalmente pequenos e médios, enquanto os chineses representam o maior mercado importador de lácteos.

Hoje, cada habitante da China consome o equivalente a meio copo de leite por dia. No Brasil, esse consumo é cinco vezes maior, o que mostra que há potencial para o aumento das exportações brasileiras.

“Isso cria para o Brasil oportunidades para o aumento da produção e a diversificação da pauta exportadora, além de ser uma importante referência regional para o Brasil conquistar outros mercados na Ásia que estamos buscando para os lácteos brasileiros, como Tailândia, Indonésia, Malásia e Vietnã”, explica a coordenadora de Relações Internacionais da CNA, Camila Sande.


Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
 
Fonte: Assessoria de Comunicação CNA
 
Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Prof. Saint Pastous, 125
Fone: 51 3214.4400 - Fax: 51 3221.9113
E-mail: [email protected]
Caixa Postal 1.114 - Cep 90.050-390
Porto Alegre - RS